Porto, A nova In”b”icta

A nova In”b”icta

PORTO

Classificada como Património Mundial pela UNESCO, eleita melhor destino europeu em 2017—já havia arrecadado este título em 2012 e em 2014—e com inúmeros prémios ganhos nas áreas (e isto são só alguns exemplos) da arquitetura, educação, desporto, hotelaria e restauração a apelidada “capital do Norte” parece decidida
a manter-se invicta no que toca a continuar a ser um lugar de eleição para os muitos que visitam o nosso país.

Mas há muito mais par além das francesinhas, do futebol, das vistas sobre o rio Douro, dos imponentes monumentos e das lindíssimas pontes neste Porto que tanto tem mudado—para melhor, obviamente—ao longo dos tempos.

Vou tentar dar-vos alguns exemplos… Acreditem, não é tarefa fácil!

Vamos por partes. São vários os já conhecidos hotéis luxuosos da cidade: como exemplo temos o Hotel Infante Sagres – vencedor dos prémios Condé Nast Johansens, um dos prémios mais prestigiados do setor, na categoria de melhor recém-chegado ou regresso à cena hoteleira e que se encontra na lista Small Luxury Hotels of the World, uma seleção certificada dos mais requintados e luxuosos hotéis no Mundo – e, claro, do The Yeatman, considerado por muitos como “o melhor hotel da cidade”. Se é daqueles que quando é para ser, é para ser em grande, tem mesmo de jantar – pelo menos uma vez na vida – no restaurante deste último alojamento. Ao optar pela “Experiência Gastronómica” será brindado com nove pratos que o farão viajar por todo um mundo de sabores.  Aqui só terá de optar entre duas coisas: guardar esta memória inesquecível ou guardar o dinheiro no bolso… Não se pode ter tudo!

Mas voltando à área da hotelaria, começam agora a surgir novos conceitos na cidade: a Yotel é uma unidade hoteleira conhecida pelo seu design inteligente e tecnológico e decidiu abrir o primeiro hotel do grupo britânico no norte do País (e em toda a Península Ibérica). Este espaço, com inauguração prevista para este ano, distinguir-se-á dos restantes hotéis portuenses pela inovação e modernidade.

Num outro novo espaço, o Zero, se apresentar propostas criativas e artísticas para as várias áreas de utilização do alojamento pode pagar tanto como o nome do hotel. Isso mesmo: zero!

Mas se o “futurismo” e a criatividade não são muito a sua onda, pode sempre experimentar o hostel The House of Sandman e dormir numa cama inspirada nas velhas barricas de armazenamento do Vinho do Porto.  Distinguido pelo jornal britânico “The Guardian”, como se não bastasse toda a sua beleza e qualidade, o seu preço é também convidativo – camas entre os 14€ e os 60€. Os ingleses “chamam-lhe um figo”! Ou um “fig”, se preferirem…

Depois de acordar num destes maravilhosos espaços, e para repor os níveis de açúcar, podem sempre passar pelo novo restaurante do The Artist, A Escola. Desde que abriu portas este espaço recebe alunos da Escola de Hotelaria e Turismo. No final da refeição dão-lhe um questionário para avaliar a refeição, o serviço e o ambiente. Tudo conta para as notas dos aspirantes a chefs e empregados.

Já de barriga cheia, experimentem uma das grandes tendências de entretenimento, um pouco por todo o mundo: os escape rooms. Há muitos e para todos os gostos! No Let me Out, por exemplo, a história é esta: “Jaime era um talentoso jogador de xadrez que tinha na sua neta a sua grande alegria e orgulho. Infelizmente, a criança adoeceu e acabou por sucumbir à doença. Ruídos estranhos começaram a surgir no seu apartamento até que um dia não havia nada além de silêncio. Até hoje, nunca mais ninguém viu o Jaime”. Atrevem-se a tentar descobrir o que lhes aconteceu? Eu era, certamente, a primeira a fugir!

Em junho, a Fundação de Serralves organiza 40 horas ininterruptas de espetáculos de dança, música, teatro e exposições. Este é o maior festival de expressão artística contemporânea em Portugal e um dos maiores da Europa. Neste mês, entre os dias 6 e 8, acontece também o NOS Primavera Sounds no Parque da Cidade do Porto – o maior parque urbano do país, com 83 hectares. Solange e Erykah Badu, J Balvin, Interpol, James Blake e Stereolab sãos os cabeças de cartaz de uma programação eclética.

Por falar em espetáculos, está a chegar a Super Bock Arena. O renovado Pavilhão Rosa Mota vai voltar a receber grandes concertos e vai tornar-se na maior sala de espetáculos fixa do Porto. Passe por lá, a partir de julho, para “abanar o capacete”.

Muito mais haveria para vos contar sobre este nosso cantinho que já faz peito às grandes cidades europeias. Mas como isto é um artigo e não um livro tenho mesmo de me “calar”! Deixo apenas um último conselho: Se por acaso está a pensar em visitar o Porto em 2019 apresse-se! A procura tende a exceder a oferta…


A FAMOSA “APITADELA” NO TÚNEL DA RIBEIRA

Uma das tradições que ninguém sabe muito bem como e porque nasceu. O que é certo é que quem não buzinar no túnel da Ribeira não é tripeiro (mesmo com dois grandes sinais de proibição nas entradas!) Aproveite para observar os dois painéis de azulejos contemporâneos em cada uma das saídas do túnel! De nada.

HÁ UMA HOMENAGEM AO INVENTOR DO BACALHAU À GOMES DE SÁ

No Muro dos Bacalhoeiros há uma placa que homenageia José Luís Gomes de Sá, o inventor do bacalhau à Gomes de Sá. Peça este prato em sua memória, na próxima refeição que fizer no Porto! Bom apetite!

SALTAR A FOGUEIRA NO SÃO JOÃO DÁ SORTE

Segundo a tradição, quem saltar a fogueira na noite de São João (24 de junho) – em número ímpar e num mínimo de três vezes – fica protegido de todos os males durante um ano. Toca a treinar essa impulsão!

REGRAS BEM RÍGIDAS!

Os provadores do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto não podem usar perfumes nem champôs com cheiro para não contaminar a prova.

AQUI NINGUÉM DIZ PALAVRÕES

Este conceito não existe no Porto. As palavras “marotas” que tanto se ouvem na cidade já são consideradas vírgulas!

150€ EM TROCA DE 5KG DE FRANCESINHA

Numa cidade em que se vendem, pelo menos, 35 mil francesinhas por dia nos mais de de 700 cafés e restaurantes existentes houve “alguém” que decidiu ir mais longe: o desafio é lançado pelo restaurante Verso em Pedra, em Miragaia. Se conseguir comer uma mega francesinha de nada mais nada menos do que 5kg, numa hora e sem ajudas, ganha 150€. O desafio já existe há cinco anos e só três pessoas o conseguiram até agora. Quer tentar a sua sorte? É preciso ter estômago…

TEXTO: INÊS BARBOSA

FOTOS: NOAH GANHÃO

Porto
Porto

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Newsletter